A VOZ DO SILÊNCIO E DA SOLIDÃO IMENSA..


A pessoa que sou é única, limitada a um nascer e a um morrer, presente a si mesma e que só à sua face é verdadeira, é autêntica, decide em verdade a autenticidade de tudo quanto realizar. Assim a sua solidão, que persiste sempre talvez como pano de fundo em toda a comunicação, em toda a comunhão, não é 'isolamento'. Porque o isolamento implica um corte com os outros; a solidão implica apenas que toda a voz que a exprima não é puramente uma voz da rua, mas uma voz que ressoa no silêncio final, uma voz que fala do mais fundo de si, que está certa entre os homens como em face do homem só. O isolamento corta com os homens: a solidão não corta com o homem. A voz da solidão difere da voz fácil da fraternidade fácil em ser mais profunda e em estar prevenida.

Vergílio Ferreira

515

515
A Distinção Tem um Código...

Zeca Afonso-Traz Outro Amigo Também


Demissão!

Uma janela de oportunudade

sábado, 2 de abril de 2011

MADNESS- HOUSE OF FUN..A NOSSA...

PASSOS VERSUS SÓCRATES..LA GRANDE BOUFFE REMAKE...

SÓCRATES. Passos estás a ouvir este barulho??Não são gases é o  FMI a vir para cá..e tu vais apanhar a merda toda...
.  

Afinal julgavam que eu não era brincalhão?

Então,julgavam que eu não era capaz de uma boa piada?





Pois aqui está...O Presidente mandou a coisa para o TC...


Ficamos limpos para sacar votos aos professores e saímos airosos.
E ainda há quem ache que eu não sou muito esperto...

sexta-feira, 1 de abril de 2011

MOMENTO DE POESIA DA CARRAÇA....Dois Rumos....um único destino: o vazio....



Mentir, eis o problema:
minto de vez em quando
ou sempre, por sistema?

Se mentir todo dia,
erguerei um castelo
em alta serrania

contra toda escalada,
e mais ninguém no mundo
me atira seta ervada?

Livre estarei, e dentro
de mim outra verdade
rebrilhará no centro?

Ou mentirei apenas
no varejo da vida,
sem alívio de penas,

sem suporte e armadura
ante o império dos grandes,
frágil, frágil criatura?

Pensarei ainda nisto.
Por enquanto não sei
se me exponho ou resisto,

se componho um casulo
e nele me agasalho,
tornando o resto nulo,

ou adiro à suposta
verdade contingente
que, de verdade, mente.


Carlos Drummond de Andrade,

Tom Petty - Learning To Fly ...Daqui para fora...

quinta-feira, 31 de março de 2011

Alceu da Silva ignorava que não tinha o 9º Ano

 Grandes temas da pedabobagem
 Lu Lavradiu







Alceu da Silva que durante vários anos frequentou a antiga Escola Primária de Colo do Pito em Castro de Aire, ignorava não ser portador do grau académico do NONO ANO. embora depois de anos a fio ter guardado cabras (e de abusar delas) em vez de ir à Escola.




Hoje, ao sair da reunião do conselho de  administração de uma empresa pública que a nossa vergonha impede de mencionar disse que ignorava não ter qualquer tipo de qualificação.

RETALHOS DE UM GOVERNO DO PASSOS CUELHO....

A mulher KKK?

segunda-feira, 28 de março de 2011

Vamos às festas!

Vamos às Festas por 
Minda Arrentela






Minhas amigas! Não sei se vos diga se vos conte, mas cá vai a vossa amiga a caminho do Palácio de Queluz para jantar com o Princípe de Gales e a Duquesa de Cornwall....
Não que a casa civil me tenha enviado convite, mas já que não há protocolo pelas bandas de Belém...pelo menos foi o que me disse a Camila naquele tom jocoso que lhe é habitual, ao mesmo tempo que me disse para aparecer, mesmo para vir como estou,desde que não seja em pijama, porque mau gosto não há de faltar...
E lá fui e é do meu IPhone que envio esta crónica tão despretensiosa.
Não fui com intenção de me empanturrar, se me é permitido valer-me do vernáculo, mas pelo sempre agradável convívio e, claro para saber as novidades.Mas essas terão de ficar para outra altura. 





Foto enviada pelo meu IPhone










A ementa é magnifica: Sopa de tomate, a que se seguem uns carapaus grelhados (também há fanecas) e no final doce da casa. Tudo regado com um magnifico Casal da Eira...

É só para que não esqueçam...

O ANIMAL FEROZ......PROCURADO POR EXTORSÃO EM MASSA....

O VISUAL HABITUAL DO DIA A DIA
T SHIRT QUE USA HABITUALMENTE

DISFARCE HABITUAL QUANDO MUITO PERSEGUIDO

domingo, 27 de março de 2011

Nick Cave & The Bad Seeds - Babe, I'm On Fire ..todos nós....

AS PRÓXIMAS ELEIÇÕES VÃO SER AS DOS 3 M.....

M  - DE MANIPULAÇÃO


M  - DE MENTIRA


M  - DE SEMPRE  A MESMA MERDA







MOMENTO POESIA DA CARRAÇA - O Dia Deu em Chuvoso......



O dia deu em chuvoso.
A manhã, contudo, esteve bastante azul.
O dia deu em chuvoso.
Desde manhã eu estava um pouco triste.

Antecipação! Tristeza? Coisa nenhuma?
Não sei: já ao acordar estava triste.
O dia deu em chuvoso.

Bem sei, a penumbra da chuva é elegante.
Bem sei: o sol oprime, por ser tão ordinário, um elegante.
Bem sei: ser susceptível às mudanças de luz não é elegante.
Mas quem disse ao sol ou aos outros que eu quero ser elegante?
Dêem-me o céu azul e o sol visível.
Névoa, chuvas, escuros — isso tenho eu em mim.

Hoje quero só sossego.
Até amaria o lar, desde que o não tivesse.
Chego a ter sono de vontade de ter sossego.
Não exageremos!
Tenho efetivamente sono, sem explicação.
O dia deu em chuvoso.

Carinhos? Afetos? São memórias...
É preciso ser-se criança para os ter...
Minha madrugada perdida, meu céu azul verdadeiro!
O dia deu em chuvoso.

Boca bonita da filha do caseiro,
Polpa de fruta de um coração por comer...
Quando foi isso? Não sei...
No azul da manhã...

O dia deu em chuvos
o.

Álvaro de Campos