A VOZ DO SILÊNCIO E DA SOLIDÃO IMENSA..


A pessoa que sou é única, limitada a um nascer e a um morrer, presente a si mesma e que só à sua face é verdadeira, é autêntica, decide em verdade a autenticidade de tudo quanto realizar. Assim a sua solidão, que persiste sempre talvez como pano de fundo em toda a comunicação, em toda a comunhão, não é 'isolamento'. Porque o isolamento implica um corte com os outros; a solidão implica apenas que toda a voz que a exprima não é puramente uma voz da rua, mas uma voz que ressoa no silêncio final, uma voz que fala do mais fundo de si, que está certa entre os homens como em face do homem só. O isolamento corta com os homens: a solidão não corta com o homem. A voz da solidão difere da voz fácil da fraternidade fácil em ser mais profunda e em estar prevenida.

Vergílio Ferreira

515

515
A Distinção Tem um Código...

Zeca Afonso-Traz Outro Amigo Também


Demissão!

Uma janela de oportunudade

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Sacar Portugal

Todos sabemos que eles apenas estão no poder para proteger os interesses da oligarquia,por isso todos sentimos,uns mais que outros a sensação de termos sido assaltados e não nos podermos queixar a ninguém.Relativamente ao pagamento de impostos o ADD DUO tem uma demonstração interessante que pode ser consultada aqui:http://adduo.blogspot.pt/2012/05/entrega-do-irs-nova-fase.html

Fernando Lopes deixa-nos uma obra cinematografica notável

segunda-feira, 30 de abril de 2012

O Farsola

Os carteiristas correm riscos,os banqueiros não...

Será que o vai demonstrar no Facebook?

COMUNICADO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Cavaco reage à Grande Investigação do DN por DN.ptHoje Cavaco Silva reagiu à notícia do DN Cavaco Silva reagiu à notícia do DN Fotografia © Nuno Pinto Fernandes - Global Imagens (Actualizada ás 19h00) Cavaco Silva reagiu hoje à Grande Investigação que o DN está a publicar sobre o escândalo BPN. O Presidente da República colocou um comunicado no seu site rebatendo alguns dos textos publicados sobre as suas relações com o banco, através da sua proprietária, a Sociedade Lusa de Negócios (SLN), e também sobre os impostos da compra da casa de férias no Algarve. A reação presidencial chegou depois de o DN ter tentado, por todos os meios, obter esclarecimentos do Presidente da República sobre as matérias em causa, antes da publicação desta série de artigos, e não leva a redação do DN a alterar o que publicou. Cavaco Silva volta a reafirmar que não tinha ligações ao BPN. O DN escreveu que Cavaco Silva comprou e vendeu ações à SLN e não ao BPN. Sobre o não pagamento de imposto na permuta da casa de férias, Cavaco Silva diz estar "mesmo convencido que pagou mais do que lhe competia pagar". O DN refere que a lei é clara: quando há uma permuta de igual valor, como aconteceu neste caso e como consta da escritura a que o jornal teve acesso, não há pagamento de qualquer imposto por não existirem mais valias.