A VOZ DO SILÊNCIO E DA SOLIDÃO IMENSA..


A pessoa que sou é única, limitada a um nascer e a um morrer, presente a si mesma e que só à sua face é verdadeira, é autêntica, decide em verdade a autenticidade de tudo quanto realizar. Assim a sua solidão, que persiste sempre talvez como pano de fundo em toda a comunicação, em toda a comunhão, não é 'isolamento'. Porque o isolamento implica um corte com os outros; a solidão implica apenas que toda a voz que a exprima não é puramente uma voz da rua, mas uma voz que ressoa no silêncio final, uma voz que fala do mais fundo de si, que está certa entre os homens como em face do homem só. O isolamento corta com os homens: a solidão não corta com o homem. A voz da solidão difere da voz fácil da fraternidade fácil em ser mais profunda e em estar prevenida.

Vergílio Ferreira

515

515
A Distinção Tem um Código...

Zeca Afonso-Traz Outro Amigo Também


Demissão!

Uma janela de oportunudade

quinta-feira, 23 de junho de 2011

A CARRAÇA DÁ UMA DICA PARA OS PORTUGUESES TEREM DIREITO A CUIDADOS MÉDICOS...EIS O FUTURO COM UM HOMEM DOS IMPOSTOS NA SAÚDE....

A saúde não é para quem quer é para quem Deus quiser que seja...!!!


O americano James Verone, de 59 anos, não tinha seguro de saúde e precisava de tratamento médico quando teve uma ideia bizarra. Entrou em uma agência do banco RBC, em Gastonia, no estado americano da Carolina do Norte, entregou um bilhete à atendente dizendo “isto é um assalto, por favor, me dê um dólar” e esperou pela chegada da polícia para levá-lo preso.
Isso porque, na cadeia, ele terá de graça o tratamento de suas duas hérnias de disco e outros problemas de saúde. O caso foi noticiado pelo canal americano “NBC”, que chegou a entrevistar o homem.
“Sou uma pessoa que raciocina logicamente, e foi a essa lógica que cheguei”, afirma Verone. “Saí andando de perto do caixa, mas aí voltei e disse: ‘vou ficar sentado bem ali naquela cadeira esperando pela polícia’”, conta.
Desempregado, ele só vinha acumulando contas e pensou que a melhor maneira para conseguir tratamento médico e um teto seria indo para a cadeia. Ele calcula que, quando for liberto, já terá idade suficiente para recolher o dinheiro do seguro social a que tem direito.
E ele tem planos para quando sair da prisão. “Já estou olhando um condomínio. Conversei com um corretor de imóveis em Myrthe Beach”, diz.
Verone não recomenda que outras pessoas recorram à sua estratégia, mas afirma que está tendo tratamento médico decente. O médico que o atende, no entanto, o acusa de manipular o sistema. “Se isso é chamado de manipulação porque tenho necessidade de cuidados médicos, então acho que estou manipulando as cortes para conseguir o tratamento”, admite.

A única falha no plano dele é que, por ter levado apenas US$ 1, a polícia não o acusou de assalto, e sim de roubo de valor insignificante. Isso deve fazer com que ele passe menos tempo que o planejado na prisão.

2 comentários:

  1. A maioria dos portugueses nem imagina o que é uma saúde à liberal ;) mas vai aprender... devagarinho... ainda é capaz de ter de fazer o mesmo porque ou se é rico para ter seguro(que não é para todas as especialidades, temos que apostar nas doenças mais prováveis) ou muito pobre para ir às Instituições de caridade.
    Sei muito bem o que se passa nos EUA e estou convicta de que é onde eles querem chegar.

    Bjos

    ResponderEliminar