A VOZ DO SILÊNCIO E DA SOLIDÃO IMENSA..


A pessoa que sou é única, limitada a um nascer e a um morrer, presente a si mesma e que só à sua face é verdadeira, é autêntica, decide em verdade a autenticidade de tudo quanto realizar. Assim a sua solidão, que persiste sempre talvez como pano de fundo em toda a comunicação, em toda a comunhão, não é 'isolamento'. Porque o isolamento implica um corte com os outros; a solidão implica apenas que toda a voz que a exprima não é puramente uma voz da rua, mas uma voz que ressoa no silêncio final, uma voz que fala do mais fundo de si, que está certa entre os homens como em face do homem só. O isolamento corta com os homens: a solidão não corta com o homem. A voz da solidão difere da voz fácil da fraternidade fácil em ser mais profunda e em estar prevenida.

Vergílio Ferreira

515

515
A Distinção Tem um Código...

Zeca Afonso-Traz Outro Amigo Também


Demissão!

Uma janela de oportunudade

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Rigor.O que este governo é rigoroso...Carta de um aluno ao mininstro crato




Então ministro Nuno Crato? Onde pára a exigência?
via Alfredo Guilherme Pereira,Facebook.

TESTEMUNHO DE UM ALUNO QUE REALIZOU OS EXAMES DE BIOLOGIA E GEOLOGIA, DO 11º ANO (2011/2012):

"Sou um aluno do 11º ano, do curso de Ciências Tecnológicas. Como tal, realizei hoje o exame de 11º ano de Biologia e Geologia, que com certeza os senhores terão conhecimento dos itens desta prova. Durante a prova, e na análise do enunciado, reparei nos erros do gráfico 1A e gráfico 1B no Grupo IV, e ao inicio causaram-me alguma confusão. Procedi com a realização dos itens deste grupo, confiante que os erros não fossem determinantes, mas sempre com a dúvida a perturbar de algum modo o meu raciocínio. Pois, ao chegar a casa e me deparar com a vossa remediação no site do GAVE, e ao ler a notícia no Jornal Público, fiquei incrédulo. "Como é possível doutores, com cursos superiores de Biologia e Geologia, com meses para elaborar, realizar e rever a prova, cometerem erros?", perguntei-me a mim próprio. É ridículo a exigência, a pressão a que os alunos são submetidos, o pensamento "não podemos errar", é a nota do exame, e o nosso futuro que está em causa, enquanto que os senhores erram com meses para elaborar a prova. Nós, alunos, temos 2horas e 30minutos, no máximo, para a realizar, e não há margem para erro; os senhores tem meses para a elaborar e cometem erros deste tipo. O que é isto?! Estão a brincar connosco, ou são só incompetentes? As provas elaboradas pelo GAVE decidem muitas vezes a continuação dos estudos ou até a escolha de um curso superior de um aluno! É o futuro dos jovens que está em causa! É o futuro do país que está em causa! Mas os senhores continuam a cometer estes erros. Recordo-me do Teste Intermédio de Biologia e Geologia do 10º ano do ano corrente, em que mais uma vez, os senhores cometeram uma "gaffe" e retificaram os critérios online. O que é isto??? Volto a perguntar, estão a brincar com quem se esforça, ou estão só num estado de pura displicência, enquanto milhares se "matam" a estudar, sujeitos a pressão e ao stresse que uma prova que vale o tanto que vale impõe?! Já chega.Podem simplesmente ignorar este e-mail, ou responder de forma banal e ambígua, que é o mais provável, porque de democracia, este regime acutal tem pouco, ou então podem consciencializar-se dos sucessivos erros inadmissíveis que vós, um Gabinete de um Ministério fulcral para a sociedade como é o da Educação e Ciência, tendes vindo a cometer.

Não tenho mais nada a dizer,
Com os melhor cumprimentos,

Tomás Ferrão."
Por: Alfredo Guilherme Pereira

1 comentário:

  1. Que bela malha!!!

    (Olhem, queridos, vou roubar aquela imagem deliciosa do engraxador do Panamá, posso?)

    Beijinhos ao Tomás...

    ResponderEliminar